Taxa de inadimplência cresce 59% em Palmas no mês de janeiro

0
303

Dado é de levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas. Cartão de crédito é meio que mais leva população ao endividamento. Endividamento cresce 59% nas famílias em Palmas
O aumento da inadimplência tem preocupado os comerciantes em Palmas. O endividamento cresceu 59%, na comparação do mês de janeiro de 2021 com o mesmo período deste ano, segundo levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas.
Compartilhe essa notícia no WhatsApp
Compartilhe essa notícia no Telegram
“Se a gente pegar os números de 2021 e comparar com os números de janeiro de 2022 nós tivemos quase 60% a mais de CPFs negativados. Então é um número que preocupa bastante a gente, tendo em vista que em janeiro tivemos uma diminuição nas vendas”, explicou o presidente da CDL, Silvan Portilho.
O Felipe Cristian passou um aperto depois que pegou três cartões de crédito de bancos diferentes. Ele se empolgou com os limites, começou a gastar e fez até uma viagem passando o cartão.
Registro do comércio no centro de Palmas
Reprodução/TV Anhanguera
Quando as faturas chegaram ele viu que não tinha condições de pagar. “Me deram um limite alto e fui empolgando, cada vez eu gastava mais. Chegou o dia que eu não dei conta de pagar todos”, relatou o autônomo.
Ele conta que negociou a dívida e ainda está pagando as parcelas. Hoje ele só compra à vista para não ter mais essa surpresa desagradável.
O economista Gabriel Machado explica que o cartão de crédito oferece grande risco para as pessoas caírem na inadimplência. “Quase 85% [das dívidas] são contraídas através do cartão de crédito, o que não é muito aconselhável. O juros do cartão, quando você não consegue pagar a fatura, chegam a 340% por ano, o que é muito exorbitante”, contou o economista Gabriel Machado.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins