Famílias que moram perto da TO-050 não conseguem sair de casa por causa dos alagamentos: ‘Precisamos de uma solução’

0
45

Quem mora perto da saída para Lajeado também teme que a água parada se torne foco para o mosquito causador de doenças como a dengue. Moradora diz que quando chove não tem como sair de casa em Palmas
Período de chuvas é sinal de alagamentos em diversos pontos de Palmas, situação que afeta o dia a dia da população. Um desses locais fica às margens da TO-050, na saída para Lajeado. Quem mora na região reclama que o problema persiste por anos e a solução nunca aparece.
A autônoma Larissa Sousa mora em uma das quadras perto da rodovia. Praticamente na porta de sua casa tem uma imensa poça de água e lama, que só aumenta. Ainda mais com os constantes temporais que têm caído na capital.
“Toda vez fica dessa forma aí, que vocês estão vendo. Fica tudo encharcado de água, a gente não consegue passar”, reclamou. Além da poça que não seca nunca, o local também possui uma grande erosão. Por isso, Larissa e sua família só conseguem sair pelos fundos da casa de uma vizinha.
“Corre risco não só para minhas crianças, para os grandes também. Tenho certeza que não prejudica só a mim, mas aos vizinhos também”, completou a autônoma.
Larissa Sousa precisa da ajuda da vizinha Julineide para sair de casa
TV Anhanguera/Reprodução
Julineide Batista, vizinha que cedeu a passagem para que a família de Larissa conseguir sair de casa, também reclamou da quantidade de mosquitos que se acumulam no local por causa da água parada e teme doenças como dengue, chikungunya e febre amarela.
“É tudo tomado de mosquito porque com a chuva a gente sabe que isso aumenta. Então isso aqui é um grande fator, essa água parada”, disse Julineide.
Em vídeos feitos por Larissa, é possível ver como fica a situação logo após as chuvas. O local alaga de tal forma que realmente sair de casa é um desafio para quem mora na região. “Precisamos de uma solução, uma resposta”, afirmou a autônoma.
LEIA TAMBÉM
Tempestade faz córrego transbordar e deixa avenida debaixo d’água no centro de Gurupi
Tocantins está sob novo alerta de chuvas intensas do Inmet nesta terça-feira (29)
Casas ficam ‘cercadas’ pela água e moradores perdem móveis e reclamam dos transtornos após chuva em Miracema
Situação em que fica a região após um temporal
TV Anhanguera/Reprodução
O que diz a Ageto
O órgão responsável pela manutenção do trecho é a Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto), que informou que está ciente da demanda no Km 14 da TO-050, saída para Lajeado e já mobilizou uma equipe técnica para averiguar a situação.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins