Polícia Civil prende cadeirante suspeito de participar de assassinato em Paraíso do TO

0
38
Homem tem 24 anos e teria participado de crime ao fornecer a arma utilizada para matar jovem no setor Pouso Alegre. Crime teria ocorrido após um acidente de trânsito. A Polícia Civil prendeu um cadeirante de 24 anos suspeito de ser o segundo envolvido em um homicídio registrado em Paraíso do Tocantins, na região central do estado. O crime aconteceu após um acidente de trânsito no setor no setor Pouso Alegre. A vítima foi morta a tiros.
Segundo a polícia, o responsável pelos disparos já tinha sido identificado e é o mesmo homem que morreu durante confronto com a PM no fim de semana. O cadeirante teria participado do crime ao fornecer a arma utilizada nos disparos.
O assassinato aconteceu no dia 12 de junho após a vítima esbarrar no veículo onde estavam os dois suspeitos. O caso vem sendo investigado pela 6ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC) de Paraíso.
A investigação apontou que após o acidente o motorista, suspeito de atirar, desceu do veículo e começou a discutir com a vítima. Neste momento o cadeirante teria entregado a arma utilizada no assassinato. A dupla fugiu do local logo após os disparos.
A prisão ocorreu nesta quarta-feira (28) em cumprimento a uma ordem da Justiça. “Tanto o autor dos disparos quanto o indivíduo preso fazem parte de organização criminosa ramificada por todo o Estado do Tocantins”, explicou o delegado Antônio Onofre.
Confronto com a polícia
O suspeito deste homicídio no setor no setor Pouso Alegre morreu no último fim de semana durante um confronto com a Polícia Militar na TO-455. Ele estava sendo perseguido após supostamente ter tentado matar a companheira.
A PM disse que as equipes determinaram que ele parasse, o que não aconteceu. O suspeito então, entrou em uma estrada vicinal, abandonou o veículo e atirou contra os militares. No momento, as equipes revidaram, segundo as informações.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins