Ovelha Bruninha vira sensação em Minas Gerais e conquista milhares de seguidores na internet

0
35

Em dois meses, ela ganhou quase 14 mil fãs. Tutora fala sobre o dia a dia do animal de estimação. Bruninha ‘malha’ com a tutora, Elzi Carvalho
Bruninha é uma filhote de ovelha da raça Santa Inês, é malhada de preto e branco, pesa 20 quilos e tem 84 centímetros de comprimento por 65 de altura, mas ela não é uma espécie comum de ovino.
Com quase 14 mil seguidores, ela faz sucesso nas redes sociais. Bruninha usa colar de pérolas e bandana, vai à academia e ao shopping, e faz caminhada na orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. A tutora dela, Elzi Carvalho, conta que a “filha” é um xodó e que fazem todas as atividades juntas.
“Ela faz parte da minha vida. Tenho a maior paciência do mundo com ela”, derrete-se.
Chiquérrima, Bruninha usa colar de pérolas
Elzi Carvalho/Arquivo pessoal
Na academia, Elzi conta que Bruninha é muito querida pelos professores e colegas, e garante que o bicho fica quieto durante o treino.
“Ela não sai de perto, fica sentada do lado”, conta.
Quando o assunto é lazer, Bruninha não perde a oportunidade de passear no shopping.
Bruninha ‘corre’ na orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte
“Quando ela vê que eu peguei a chave, ela corre e já entra no carro. As pessoas do shopping adoram ela. Todo mundo quer ver, quer pegar”.
Em bares, Elzi diz que a ovelhinha também é bem aceita, mas em supermercados, ainda não.
E esse vai e vem será ampliado na próxima semana. Elzi levará Bruninha à praia no Espírito Santo, mas a tutora quer levar a “filha” para mais longe, porém precisa ter autorização de uma companhia aérea.
Elzi e a ovelhinha ‘grude’ Bruninha
Elzi Carvalho/Arquivo pessoal
Presente
Bruninha completa três meses no dia 15 de dezembro e foi um presente de um amigo. Aliás, o nome dela é uma homenagem a ele, que se chama Bruno Henrique Pereira.
“A Bruninha chegou à minha casa quando ela tinha quatro dias de nascida. Isso justifica o apego dela comigo”, fala.
Elzi contou que a ovelhinha bebe 12 mamadeiras por dia – quatro pela manhã, quatro ao meio-dia e outras quatro à tarde – o que somam cerca de três litros.
É muito amor envolvido
Elzi Carvalho/Arquivo pessoal
Além do leite de vaca, in natura, o animal ainda come feno, frutas e mistura de aveia com farelo de trigo integral.
“Os pais dela morreram e, por isso, eu ‘amamentei’. Como eu preciso trabalhar, tive que levar ela para todo lado porque ela tinha a necessidade de ser amamentada a cada duas horas”.
A empresária salienta ainda que essa raça de ovelha não produz lã, não tem chifres e é criada para o abate.
“É lamentável que a carne de ovelha seja servida em restaurantes, infelizmente”, conta
Betim
Bruninha mora em um sítio espaçoso em Betim, na Grande BH, mas, segundo Elzi, ela se recusa a ficar no quintal. A ovelha prefere dormir na própria cama.
“Ela é cheia de manias. Ama que eu a pegue no colo, gosta de dormir no colo. Quando ela quer leite, puxa a minha saia e escala as minhas pernas”.
A tutora fala que a ovelha tem ciúme da cachorra maltês Nina e da gata vira-lata Lilica, outros dois animais de estimação, mas também destaca suas virtudes.
“Ela é muito obediente, mais que cachorro. Não usa guia e nem coleira, e responde pelo nome. Quando eu a chamo, ela berra e vem na mesma hora”.
Saúde
Se você também quer ter uma ovelhinha de estimação, o médico veterinário Rodrigo Orzil Viana, á dicas:
Vacinas
Clostridiose com tétano – previne clostridiose
Tifopasteurina – previne pneumonia e diarreia
Linfadenite caseosa – previne linfadenite caseosa
Ectima contagioso – previne ectima
Alimentação
Dieta composta de 30% a 40% de fibras e o restante de concentrado, além de comer um percentual diário de matéria seca de 3% do peso do animal
Mamadeira
Leite de cabra ou de vaca in natura
Vídeos mais vistos do g1 Minas
Ccom quase 14 mil seguidores,

Fonte: G1 Entretenimento