Homens que tentavam impedir passagem de pessoas em estada da zona rural de Rio da Conceição são presos pela Polícia Civil por porte ilegal de arma de fogo

0
109
Armas de fogo são apreendidas em poder de grupo que intimidava moradores no sudeste do estado

Homens estavam intimidando os moradores da região e controlando o fluxo de pessoas na localidade de Rio da Conceição.

Três homens suspeitos de se passar por seguranças privados e que tentavam intimidar e restringir a passagem de moradores por uma estrada que dá acesso à entrada de uma fazenda, na zona rural de Rio da Conceição foram presos, na manhã desta quarta-feira, 5. As prisões acorreram durante operação policial deflagrada pela 101ª Delegacia de Polícia de Dianópolis, no sudeste do estado.

Comandada pelo delegado Lucas de Oliveira Rodrigues, a ação foi desencadeada depois que a equipe da unidade policial recebeu denúncias de que um grupo de homens armados estaria, supostamente, fazendo a segurança de uma fazenda, revistando veículos e moradores e, até mesmo impedindo a passagem pelo local, na zona rural de Rio da Conceição.

 Com base nas denúncias os policiais foram até o local e flagraram quatro indivíduos, dos quais, três deles com idades de 41, 45 a 48 anos, portavam revólveres calibre 38, além de coletes balísticos, algemas, binóculos, instrumentos utilizados para iluminação noturna, entre outros equipamentos.

Segundo a investigação, o grupo intimidava os moradores da região e controlava o fluxo de pessoas na localidade. O objetivo era assegurar êxito a terceiros que promovem a invasão de terras particulares e a permanência dessas pessoas no local.

Após serem detidos, os quatro homens foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Dianópolis, onde três deles foram autuados em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

 

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins
Foto 101ª DP de Dianópolis