Gustavo Mioto mantém rotina intensa para festejar 10 anos com 10 projetos e relembra início: ‘Achavam que só estava ali pelo meu pai’

0
37

Cantor ainda prepara ‘fábrica de novidades’ até o fim do ano e vai desembarcar no Rodeio de Jaguariúna em setembro. Em entrevista exclusiva ao g1, artista detalhou as comemorações. Gustavo Mioto
Gustavo Mioto/Arquivo pessoal
Gustavo Mioto reservou 2022 para as comemorações de dez anos de carreira. Em janeiro, o cantor havia anunciado que colocaria, até dezembro, nada menos que dez projetos no mercado para festejar o aniversário. A promessa está sendo cumprida à risca, o que fez esta fase do artista, que está entre os grandes nomes da música sertaneja atual, ser a mais intensa de todas. Antes do fim do ano, o músico ainda promete uma “fábrica de novidades”, que vai desembarcar no Jaguariúna Rodeo Festival no dia 24 de setembro.
Em entrevista exclusiva ao g1, Mioto falou dos planejamentos para encerrar as comemorações de dez anos, detalhou as novidades que pretende apresentar no Rodeio de Jaguariúna, e relembrou o início da carreira, quando ainda era bombardeado de desconfiança por carregar um dos sobrenomes mais conhecidos do Brasil no ramo de shows.
“Nos primeiros anos tinha muito aquela coisa de achar que eu só estava ali por causa do meu pai. Mas aos poucos o trabalho que eu estava desenvolvendo foi se impondo. Acho que demorou uns quatro anos para as coisas deslancharem. Mas é evidente que meu pai é muito importante. Não é todo mundo que tem dentro de casa alguém que conhece tanto os erros e os acertos de uma carreira”, revela.
Gustavo Mioto no show de abertura da arena UZNA em Sorocaba
Talissa Medeiros/g1
Filho do empresário Marcos Mioto, maior contratante do país, o cantor sempre respirou o meio artístico desde que nasceu. Neste ano, já com dez anos de carreira “nas costas”, ele lançou um álbum e um EP, que trouxe “Sofrimento Antecipado”, canção que tocou muito no primeiro semestre, além de singles com participações de outros artistas, entre eles Luan Santana, na música “Envolvidão”.
Neste mês, o músico se apresenta no Rodeio de Barretos, onde vai mostrar uma música inédita, além de outras surpresas ainda mantidas em segredo. O projeto “Sem Cortes”, gravado na Festa do Peão de Americana no último mês de junho, também deve ser disponibilizado para os fãs na internet. Uma gravação de DVD deve acontecer em outubro.
“Tem sido o ano mais intenso da minha vida. Teve projeto pensado lá no início que caiu e colocamos outro no lugar, outros tiveram datas alteradas. Criamos uma fábrica de novidades. Mas tudo anda tendo um retorno muito legal do público”, analisa.
No Rodeio de Jaguariúna, Mioto também pretende apresentar novidades, como por exemplo um eventual “feat” com o “xará” Gusttavo Lima, que também sobe ao palco na mesma noite.
“Para ser sincero ainda não sei o que vamos fazer, mas com certeza vamos preparar algo. Como Barretos e Americana, Jaguariúna é muito importante no calendário do sertanejo, então é preciso ter algo especial. Algo que com certeza vou fazer é procurar o Gusttavo Lima. Seria legal dividirmos o palco em algum momento”, adianta.
Gustavo Mioto na Festa do Peão de Americana
Júlio César Costa/g1
Filho de peixe
Nascido e criado em Votuporanga (SP), Gustavo Mioto tem hoje 25 anos e desde criança mostrou inclinação para a música, como ele mesmo gosta de lembrar. Incentivo não faltou, já que cresceu rodeado por grandes estrelas do sertanejo, que iam visitar o pai.
“Lembro de uma cena que me marcou muito: eu, com uns 7 anos, aprendendo a fazer mágica e mostrando os truques que tinha treinado para Zezé Di Camargo nos bastidores do Rodeio de Jaguariúna”, relembra.
Apesar da grande estrutura que tem por trás, o artista não abre mão da escolha do próprio repertório. Neste momento, por acaso, ele passa várias horas do dia ouvindo canções inéditas enviadas por compositores para dois projetos ainda em desenvolvimento: as gravações de um show que deve reunir regravações e inéditas, e um acústico, registrado de forma mais intimista.
“Nessas horas quem fala mais alto é o meu feeling. Quando pinta uma dúvida converso com os músicos e com o meu pai. Mas na maior parte das vezes, sou eu que ouço e sinto que quero cantar aquilo”, pontua.
No entanto, a parte prática destas ações futuras será para depois do “turbilhão Barretos/Jaguariúna”. Eventos que formam, junto à Festa do Peão de Americana, o que o próprio Mioto chama de “tríplice coroa” dos eventos do segmento.
“É uma honra estar no palco principal dessas três festas. Cada uma delas tem suas particularidades, então temos que pensar caso a caso os shows que vamos mostrar ao público. Jaguariúna está com uma vibe muito jovem, ligada às redes sociais. É um perfil com o qual eu me dou muito bem, me sinto feliz lá”, confessa.
Gustavo Mioto no São João 2022 de Campina Grande, PB
Iara Alves/g1
VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e Região
Veja mais no notícias da região no g1 Campinas

Fonte: G1 Entretenimento