Forças de segurança barram festas clandestinas e fiscais de posturas de Palmas embargam estabelecimento comercial

0
146
Aglomeraçao em festa clandestina na Capital
Fiscais do código de posturas do Município aplicaram dez multas a estabelecimentos e pessoas físicas, embargaram um comercial, e expediram quatro notificações

Em ação conjunta com a Polícia Militar e demais forças de segurança, a Guarda Metropolitana de Palmas, agentes de Trânsito, e da Diretoria de Fiscalização Urbana da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais do Município participaram da Operação Covid-19 Tolerância Zero, no final de semana, em Palmas. No sábado, 24, os fiscais do Município aplicaram 10 multas, um embargo e duas notificações a bares da Capital, e no domingo, 25, duas notificações.

Durante a Operação no sábado, foram realizadas diligências em duas chácaras que estavam promovendo aglomerações em festas clandestinas, e após as equipes das forças de segurança receberem denúncias via Sistema Integrado de Operações (Siop), uma  em  uma chácara, situada na marginal leste, próximo ao sindicato rural de Palmas e a outra  na  região sul da Capital, no setor de chácaras Santa Fé, ao lado do clube da Associação dos Servidores da Secretaria da. Administração do Estado do Tocantins (Assecad).

Em ambas as festas, as equipes da força de segurança flagraram mais de 1.500 pessoas aglomeradas, desrespeitando todos os protocolos de segurança sanitária para enfrentamento da pandemia.

Jovens em aglomeraçao em festa clandestina na Capital

Na primeira situação, o público predominante de jovens, lotou o espaço de um local de eventos com aproximadamente 1.300 pessoas, próximo ao sindicato rural de Palmas.

A segunda festa foi interrompida pelas forças de segurança na região sul de Palmas, com aproximadamente 300 pessoas aglomeradas, de forma clandestina.  O dono da propriedade e o organizador do evento foram conduzidos para a delegacia e autuados por descumprimento de decreto relativo à Covid-19.

Os militares ainda fizeram a apreensão de um veículo com restrição de furto/roubo, quando os agentes tentavam dissipar a aglomeração, com o responsável pela moto flagrado tentando sair na mesma. Diante da situação, a motocicleta e o condutor foram conduzidos ao 1º Distrito da Polícia Civil, e o condutor autuado pelo crime de receptação. Os organizadores do evento que foram conduzidos para a delegacia onde responderão pela prática ilegal referente ao evento.

Ação conjunta

Os trabalhos foram coordenados pela Polícia Militar e contou com o apoio das equipes da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Agentes de Trânsito e Transportes do Município, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, e Diretoria de fiscalização Urbana da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Públicos.

Com informações da Polícia Militar do Tocantins (PM-TO).
Marcio Greick