Conselheiro André Luiz de Matos Gonçalves assume a presidência do Tribunal de Contas do Estado

0
208

Cerimônia aconteceu nesta quinta-feira (2), no auditório do TCE. O conselheiro foi eleito por unanimidade para conduzir o Tribunal no biênio 2023/2025. Conselheiro André Luiz de Matos Gonçalves assinou documento de posse
Divulgação/TCE-TO
O conselheiro André Luiz de Matos Gonçalves tomou posse como presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para o biênio 2023/2025. Na solenidade também foram empossados o conselheiro Alberto Sevilha, como vice-presidente, conselheiro Severiano José Costandrade de Aguiar, reconduzido ao cargo de corregedor.
A cerimônia aconteceu nesta quinta-feira (2), no auditório do TCE. O conselheiro André Matos foi eleito para conduzir o Tribunal no dia 14 de dezembro de 2022. A escolha ocorreu por unanimidade dos votos dos sete conselheiros presentes na sessão do Pleno.
Em seu discurso de posse, o novo presidente reforçou a gestão vai trabalhar na fiscalização das ações e proporcionar uma transformação social. “Esse é o nosso papel, fiscalizar a boa e regular aplicação dos recursos públicos para que o dinheiro chegue na escola, na saúde, e as pessoas sejam atendidas naquilo que mais precisam”, disse.
Também ressaltou que pretende trabalhar na formação de gestores, já que o TCE tem cursos voltados para esse objetivo.
LEIA TAMBÉM:
Conselheiro André Luiz Matos é eleito o novo presidente do Tribunal de Contas do Tocantins
Perfil
André Luiz de Matos Gonçalves é doutor em direito pelo Centro Universitário de Brasília (UNICEUB), e Mestre pela Universidade Federal do Tocantins, em parceria com a Escola Superior da Magistratura Tocantinense (ESMAT) e a Escola Paulista de Magistratura (EPM).
Possui graduação no curso de Comunicações pela Academia Militar das Agulhas Negras (1999) e graduação em Direito pela Universidade de Fortaleza (2005).
Foi Oficial do Exército de 2000 a 2007, tendo alçado ao posto de capitão. Também ocupou o cargo de reitor da Universidade do Tocantins (Unitins) no ano de 2010 e professor universitário de direito constitucional.
Foi procurador efetivo do estado do Tocantins, chefe da consultoria especial do gabinete do Procurador-Geral e Procurador-Geral do estado do Tocantins até junho de 2014. Depois de ocupar os cargos, foi nomeado conselheiro do Tribunal de Contas.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins

Fonte: G1 Tocantins