Roubos registram queda de 68% e Tocantins tem carnaval sem homicídios

Sem orçamento já no terceiro mês, Estado não pode parar, afirma relator
8 de março de 2019
Carlesse e deputados definem aprovar todas as matérias sobre a PC; MP vai reduzir congelamento para 24 meses
1 de abril de 2019

Roubos registram queda de 68% e Tocantins tem carnaval sem homicídios

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), as Políciais Civil (PC) e Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros (CBM) apresentaram nesta quarta-feira, 6, o balanço das ações realizadas durante o período do carnaval, em todas as regiões do Estado. Segundo as forças de segurança, houve uma redução nas ocorrências no comparativo com 2018, principalmente nos crimes contra o patrimônio, em que roubos tiveram 68% de queda e furtos 65% a menos de incidência.

Além da redução destas ocorrências, as forças de segurança relataram que não foram registrados homicídios vinculados aos eventos, assim como latrocínios e estupros de vulneráveis, estes últimos com 13 ocorrências no ano anterior. Ao todo, apenas 17 ocorrências foram registradas nos locais de festas em todo o Tocantins.

Ainda foram abordados 2020 veículos e mais de 2,6 mil pessoas que estavam em atitude suspeita. Também foram efetuadas 110 autuações por infrações de trânsito, bem como foram realizadas 11 prisões pela prática de crimes diversos. Cinco casos de importunação sexual foram verificados, sendo que todos eles foram levados ao conhecimento das autoridades policiais para as providências cabíveis.

Resultado positivo
Para o titular da SSP, Cristiano Barbosa Sampaio, o planejamento eficiente e a ação integrada entre as forças de segurança contribuíram o resultado obtido. “Importante esclarecer que a efetividade da criminalidade é verificada através da comparação entre os dados estatísticos num mesmo intervalo de tempo e a análise dos períodos de Carnaval no estado em 2018 e 2019, demonstraram números favoráveis à segurança pública na região, com a redução significativa dos números de registros de crimes”, ressaltou.

O chefe do Estado Maior da PM, coronel Henrique Júnior, ressaltou que a operação no Carnaval alcançou os objetivos propostos. “Por meio da integração entre as policiais militar e civil, bem como o corpo de bombeiros militar, além do trabalho efetivo de nossos policiais, ‘heróis anônimos’, proporcionamos mais segurança não só ao folião que compareceu aos diversos circuitos da folia, como também aos demais cidadãos em todas as cidades do Tocantins”, pontuou.

Comandante Operacional do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, major Cleber Sobrinho afirmou que o planejamento eficaz entre todos os órgãos de segurança pública, resultou em uma diminuição de mais de 15% nos índices de ocorrências atendidas pela corporação, em geral associadas ao uso de bebidas alcoólicas e entorpecentes.

Apenas um caso de atendimento por lesão corporal foi registrado pelo CBM. “Podemos destacar que uma maior conscientização por parte do folião, aliada a uma ação eficiente das forças de segurança publica do estado, culminaram em um carnaval mais seguro, onde os cidadãos puderam aproveitar os eventos festivos com mais tranquilidade”, frisou Sobrinho.

“As forças de segurança se fizeram presente de forma efetiva e atuaram em todas as regiões do Tocantins, o que inibiu a prática de delitos e contribuiu para a redução dos índices de criminalidade em todo o Estado do Tocantins. Houve redução em crimes como roubos e furtos a residências, bem como àquele praticados nos circuitos da folia, o que nos deixa satisfeitos, uma vez que a operação montada superou as expectativas iniciais”, disse ainda a diretora de Polícia do Interior, delegada Raimunda Bezerra de Sousa. (Com informações da Secom/Tocantins)