Justiça aceita denúncia contra suspeitos de fazer família de gerente refém por 12 horas em assalto aos Correios

Promotor pede que transexual seja retirada de presídio feminino e levada para ‘local adequado’
24 de janeiro de 2019
Primeira do ano, captação de múltiplos órgãos é realizada no HGP e salvará vidas
24 de janeiro de 2019

Justiça aceita denúncia contra suspeitos de fazer família de gerente refém por 12 horas em assalto aos Correios

A Justiça aceitou denúncia contra os três suspeitos de manter a família do gerente da agência dos Correios de Itacajá, norte do estado, refém por quase 12 horas durante um assalto. João Pedro Rodrigues, Werlen Ferreira dos Santos e João Pedro Botelho Carvalho são suspeitos de roubar mais de R$ 43 mil da agência em novembro do ano passado.

Os três suspeitos e dois adolescentes invadiram a casa da família e fizeram cinco reféns. Segundo a Polícia Civil, eles passaram a noite no local e quando amanheceu o gerente foi obrigado a sacar todo o dinheiro do cofre da agência.

Enquanto isso, a mulher, os dois filhos e uma sobrinha do gerente ficaram na mira dos assaltantes em outro local. Depois de pegar o dinheiro do cofre a quadrilha fugiu em direção a Araguaína e liberou o gerente e a família no meio do caminho.

Os suspeitos foram presos no dia seguinte, após capotar o carro do gerente durante a fuga. Um dos adolescentes morreu em confronto com a polícia. Os três vão responder por associação criminosa, roubo mediante violência com emprego de arma de fogo, sequestro e cárcere privado, e ainda por corrupção de menores.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.