Governador petista diz que Moro é aliado contra crime organizado no Ceará

Proposta de reforma da Previdência terá regime de capitalização
9 de janeiro de 2019
Governo Bolsonaro paralisa reforma agrária e demarcação de territórios quilombolas
9 de janeiro de 2019

Governador petista diz que Moro é aliado contra crime organizado no Ceará

Em meio a uma crise de segurança que já dura sete dias, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), disse que o ministro da Justiça, Sergio Moro, é um aliado contra o crime organizado. Em entrevista exclusiva concedida por escrito para o UOL, Santana também disse que nenhum estado conseguirá resolver a questão das facções criminosas de maneira isolada.

Desde a noite da última quarta-feira (2), atos criminosos têm ocorrido em várias regiões do Ceará. As ações seriam uma represália ao anúncio feito pelo governo estadual de deixar de dividir os presos por facção nas cadeias cearenses. Até esta terça-feira (8), 168 pessoas haviam sido presas, segundo o governo.

Em razão da onda de crimes, Santana solicitou ao governo federal o envio de tropas da Força Nacional. Atualmente, são cerca de 500 agentes em ação no estado, após autorização de Moro.

Santana também elogia Moro por ter atendido seu pedido por vagas em presídios federais para os líderes de organizações criminosas. O governador diz ainda que não houve atraso na ajuda solicitada ao governo federal. “[Moro agiu] absolutamente dentro do prazo”, afirmou.

Ceará sofre onda de ataques criminosos
+13