Cia Agulha Cenas retorna aos palcos com “Tumbeiros”

Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses de Palmas promove ações educativas e preventivas contra o calazar
12 de agosto de 2019
Paulo Albuquerque lança livro Cantos em Si – Identidade tocantinense no dia 30 de agosto
13 de agosto de 2019

Cia Agulha Cenas retorna aos palcos com “Tumbeiros”

Espetáculo de dança terá sessão única nos dias 17 e 18 de agosto, no Teatro Sesc Palmas.
Fonte Cinthia Abreu

A primeira temporada do espetáculo “Tumbeiro”, do Coletivo Agulha Cenas, foi um sucesso. Com o objetivo de ampliar ainda mais a oportunidade de prestigiar o espetáculo, o coletivo retorna à cena com mais duas apresentações – no próximo final de semana, nos dias 17 e 18 de agosto, às 19h, no Teatro Sesc Palmas. Os ingressos serão vendidos na bilheteria do teatro nos valores de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). A classificação é livre.

O roteiro traz contos, poesias e cantos que instigam à reflexão sobre a vinda dos povos africanos para o Brasil, a partir de um contexto histórico que traz a dureza de um período cruel, avassalador e, ao mesmo tempo, marca um processo de resistência à invisibilidade e ao desprezo facultado aos negros escravizados no Brasil. Teatro, música, dança, história e muita reflexão se unem para formar “Tumbeiros”, repleto de cantos que expressam a luta e história dos escravos no Brasil, interpretados pelos próprios bailarinos, sob a direção musical do músico e maestro Heitor Oliveira.

De origem quilombola, da Comunidade Kalunga do Mimoso-Albino, localizada entre os municípios de Arraias e Paranã, a dramaturga de Tumbeiros, Fátima Salvador, destaca que a construção do espetáculo é mais uma forma de resistência, de provocar uma reflexão sobre o que é estar na trincheira, marcando frente a um mundo com julgamentos de origens, cor de pele e status social. “Um grito de dor ainda tão presente nos corpos afrodescendentes que ainda lutam uma guerra tão desleal que é a de afirmar o seu lugar no mundo”, descreve.

 

Projeto

O projeto “Montagem: espetáculo Tumbeiros”, do coletivo palmense Agulha Cenas, foi contemplado pelo edital de patrocínios do Banco da Amazônia para o ano de 2019. Como contrapartida social, o processo de montagem ofereceu ainda oficinas abertas de corpo, movimento e musicalidade, em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT).

 

Agulha Cenas

Agulha Cenas foi idealizado pela Bailarina Renata Oliveira e pelo Músico Heitor Oliveira, agregando também o Ator Fabrício Ferreira, a Bailarina Josely Rocha, a Atriz Fátima Salvador e a Fotógrafa Flaviana OX. No ano de 2016, o grupo apresentou seu primeiro espetáculo, No Ciclo Eterno das Mudáveis Coisas, inspirado em textos de Fernando Pessoa e com direção de Juliano Casimiro.

O segundo trabalho, Horas Breves, com direção do Sleepwalk Collective estreou em março de 2018. Entre 18 e 25 de outubro de 2018, Agulha Cenas esteve em Vitoria-Gasteiz na Espanha para um Intercâmbio Cultural. O projeto foi organizado por Sleepwalk Collective e Factoria de Fuegos com patrocínio do município de Vitoria-Gasteiz e da Fundación Vital.

Ficha técnica

Coreografia e Direção Artística: Renata Oliveira

Composição e Direção Musical: Heitor Oliveira

Textos e Canções: Fátima Salvador

Fotografia e Design Gráfico: Flaviana OX

Figurinos: Vivian Oliveira

Cenário: Vivian Oliveira e André Senna

Iluminação: Lúcio de Miranda

Elenco: Elton Fialho, Fabrício Ferreira, Maria Antônia Dantas e Renata Oliveira

Assessoria de imprensa: Cinthia Abreu